Passiflora alata 30ml

Planta medicinal utilizada para acalmar o nervosismo, combater a ansiedade e a insônia.

44.00 R$ 44,00
Site 100% seguro auditado pelo Google
Calculo de frete

Informações

A espécie Passiflora alata é conhecida popularmente no Brasil como maracujá-doce, maracujá-açú. É uma espécie nativa e endêmica do Brasil. É amplamente distribuída por todo o território brasileiro. No Brasil ocorre nos biomas Mata Atlântica, Cerrado e Amazônia. Também pode ser encontrada em países como Equador, México e Peru.

Devido aos alcaloides e flavonóides, age como depressor inespecífico do sistema nervoso central, resultando em uma ação sedativa, tranquilizante e antiespasmódica da musculatura lisa. Também tem atividade cardiovascular devido ao fato de diminuir por instantes a pressão arterial e ativa a respiração, deprimindo a porção matriz da medula.

A passiflorina é similar a morfina e é um medicamento de grande valor terapêutico como sedativo e que apesar de narcótico, não deprime o sistema nervoso central. E também possui efeitos analgésicos o que justifica o seu emprego nas nevralgias.

 

Benefícios

- Promove um humor equilibrado;

- Melhora o sono;

- Pode ajudar a reduzir ondas de calor e depressão durante a menopausa;

- Ajuda a reduzir a ansiedade;

- Ajuda a baixar a pressão arterial;

- Ajuda a reduzir a inflamação;

- Ajuda a acalmar o estômago;

- Pode aliviar os sintomas de abstinência.

 

Posologia

Tomar 5ml diluídos em meio copo d`água 2 x/dia.

 

Contraindicações

O principal efeito colateral da Passiflora é a sonolência excessiva e por isso é recomendado não operar máquinas, nem dirigir veículos porque os reflexos podem ficar reduzidos. Além disso, pode também diminuir a pressão arterial e os reflexos. Em casos muito raros podem surgir sintomas como náuseas, vômitos, dor de cabeça e taquicardia.

 

Advertências

1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.

2. Imagens meramente ilustrativas.

3. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.

4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda- se descontinuar o uso e consultar o médico.

5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.

6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças e animais domésticos.

8. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

9. Embora não existam contra- indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta.

10. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

11. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.

12. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.

13. A eficácia e resultado do tratamento está diretamente ligado ao uso correto da posologia e dose recomendada pelo médico ou profissional habilitado, deve-se levar em consideração as diferenças de cada indivíduo como velocidade do metabolismo, doenças crônicas e genética, não podendo ser considerado um produto que tenha efeitos iguais em todos os indivíduos. 

14. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".

 

Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!

 

Referência: Informações do fornecedor.

- BATISTUZZO, J. A. O.; ITAYA,M.; ETO, Y. Formulário Médico Farmacêutico São Paulo: Tecnopress, 2000.

- ALONSO, J. Tratado de fitofármacos e nutracêuticos. 1.ed. São Paulo: AC Farmacêutica, 2016.